Banner central Estudiar en Brasil 1 con logo

Quero estudar no Brasil; e agora, o que eu faço?

Brasil é um país enorme, com um grande número de instituições de ensino superior públicas e particulares.  A Universidade de Salamanca (USAL) possui convênios com algumas delas, o que permite agilizar e facilitar os trâmites de pré-inscrição e matrícula. A informação sobre os convênios vigentes entre a USAL e as universidades brasileiras está disponível aqui.

Considere que para realizar estudos de pós-graduação no Brasil terá que homologar previamente o título espanhol. Para isso, deve seguir as recomendações oferecidas no apartado de homologações, do Ministério de Educação do Brasil.

Caso já saiba onde pretende realizar seus estudos, há uma série de passos importantes que deve seguir antes de rumar aos Brasil.

Em primeiro lugar, é importante obter um certificado oficial que comprove domínio em língua portuguesa. É um requisito imprescindível para realizar os cursos de pós-graduação nas universidades brasileiras. Duas vezes por ano (em outubro e em abril), o CEB organiza os exames CELPE-Bras, o título concedido pelo Ministério de Educação do Brasil, e cuja validade é reconhecida internacionalmente. Todos os detalhes da prova estão disponíveis aqui.

O seguinte passo é conseguir um visto de estudante. Para isso, é imprescindível dirigir-se a um dos Consulados Gerais do Brasil na Espanha, donde estão detalhados todos os documentos necessários para os trâmites.

Também é importante estar informado sobre as diferentes bolsas e ajudas existentes para realizar pós-graduação no exterior. No Brasil, por exemplo, há várias agências de fomento cujas convocatórias devem ser revisadas de vez em quando:

-A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), tem um programa destinado a pesquisadores visitantes, que devem estar já de posse do título de doutor. Consulte aqui as informações detalhadas;

-A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), também oferece bolsas para facilitar a movilidade de professores estrangeiros, além de possuir convênios bilaterais com diversos países europeus. Um bom exemplo são as bolsas CAPES-Humboldt, com a Alemanha. Consulte aqui as informações detalhadas dos editais abertos;

– O programa Ciência sem Fronteiras financia um projeto de atração de pesquisadores e cientistas para o Brasil. As modalidades e requisitos para optar a este tipo de bolsas podem ser consultados na página web oficial do programa;

-O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico (CNPq) oferece distintos tipos de bolsas e ajudas a pesquisadores estrangeiros. Consulte aqui as informações disponíveis dos editais abertos.

O governo espanhol também oferece bolsas e ajudas para estudar no exterior. Na página oficial da AECID poderá encontrar toda a informação relacionada.

Para mais informações sobre como estudar no Brasil, recomendamos a consulta das seguintes páginas:

logo-cebusalUniversia

logo-cebusalMinistério de Educação Cultura e Esporte 

logo-cebusalDivisão de Temas Educacionais do Ministério de Relações Exteriores do Brasil

logo-cebusalGoverno brasileiro – Educação para estrangeiros

Observação: As orientações aqui relacionadas são de caráter informativo e o CEB não se responsabiliza pelas alterações nos trâmites e/ou outras possíveis omissões que tenham podido ocorrer.
 

Plaza de San Benito, 1 37002 Salamanca T +34 923 294 825 F +34 923 294 587