Cartaz-JulioCesarweb04.07.2017

Na próxima terça-feira, 4 de julho, às 12h00, o Centro de Estudos Brasileiros inaugura a exposição Labor: Trabajadores de Brasil com a presença do autor, o fotógrafo brasileiro Julio Cesar Pires.

Um país em crise, mas que em sua essência carrega e é carregado por um povo de garra, mesmo em condições extremas de trabalho e com pouco retorno financeiro. Um povo que trabalha e confia: é esta a imagem e a grandeza que a presente proposta de exposição pretende mostrar. Labor: Trabajadores de Brasil trata-se de um trabalho desenvolvido ao longo de cinco anos, entre 2010 e 2015, pelo fotógrafo brasileiro Julio César Pires. Apresentado em vários estados do Brasil, o projeto visa mostrar e exaltar a beleza do povo brasileiro, através da celebração ao trabalho, uma homenagem a professionais que, infelizmente, são extremamente marginalizados e pouco valorizados no país.

A série fotográfica – toda composta por fotografias em preto e branco – tem como principal foco dois grupos de trabalhadores: os do litoral (pescadores, vendedores ambulantes de sorvete na praia) e os das ruas (vendedores, artistas, etc.). Estes trabalhadores são parte fundamental do cotidiano e da cena urbana brasileira, como identidade visual e cultural do país.

A exposição estará aberta a visitação no Palácio de Maldonado (Plaza de San Benito, 1) de 4 a 30 de julho de 2017, de segunda à sexta-feira, 09h00 às 14h00. A entrada é gratuita.

Sobre Julio Cesar Pires:

Fotógrafo, com formação em Publicidade e Propaganda e pós-graduação em Estéticas das Mídias pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Capixaba de Cachoeiro de Itapemirim (Espírito Santo, Brasil), seu primeiro contato com a fotografia aconteceu ainda na infância, através do avô materno, fotógrafo amador. Na adolescência, o interesse pela fotografia se transformou em estudos técnicos e teóricos independentes, que o levaram a ingressar no curso de Comunicação Social, aperfeiçoando sua técnica com as disciplinas de fotojornalismo e fotografia publicitária. Aos 18 anos, inicia sua carreira profissional, recebendo seu primeiro prêmio fotográfico no Salão de Artes Levino Fanzeres. Ao longo dos sete anos de carreira, Julio Cesar já expôs seu trabalho em importantes mostras coletivas como o Salão Nacional de Arte Fotográfica Pérsio Galembeck (São Paulo). Julio Cesar mescla técnicas e abordagens do fotojornalismo em suas fotografias, que registram pessoas em situações de marginalização, mas também trata de desmistificá-la, desconstruindo a percepção que se tem deste universo e dessas pessoas.

 

Tagged with:
 

Plaza de San Benito, 1 37002 Salamanca T +34 923 294 825 F +34 923 294 587