Banner central Historia con logo

As relações entre a Espanha e o Brasil se intensificaram de maneirasignificativa, principalmente a partir dos anos 80. Ao longo destes anos,a Espanha se converteu no primeiro investidor europeu do “gigante”latino-americano, e ambos os países são importantes aliados em políticainternacional. A sua grandeza territorial, a diversidade cultural e o potencial econômico convertem o Brasil numa das principais potencias da região e,consequentemente, despertam o interesse para pesquisas desde diversas perspectivas – econômica, social, política, histórica, biológica, entre outras. Neste sentido, a Espanha e a Universidade de Salamanca (USAL) nãopoderiam permanecer indiferentes.

Por tudo isso, em 2001, por iniciativa da USAL e da Embaixada do Brasil em Madrid, acordou-se criar o Centro de Estudos Brasileiros (CEB) com o objetivo de coordenar e promover atividades docentes e de pesquisa sobre Brasil para divulgar aspectos culturais, demográficos, políticos, sociais e econômicos. Desde a fundação, o CEB conta com o apoio da Fundação Cultural Hispano Brasileira (FCHB), instituição fundada concomitantemente com o CEB, e que, nos últimos anos, vem sendo sua principal fonte de financiamento.

Até março de 2007, o CEB foi dirigido pelo Prof. Dr. José Manuel Santos Pérez, professor titular de História da América. Entre suas principais contribuições, o estabelecimento do Diploma de Estudos Brasileiros, um título próprio da USAL que, em seus quase dez anos de vigência, formou uma vintena de estudantes, aproximando-lhes ao mundo acadêmico brasileiro, através de estágios em prestigiosas universidades do país.

Sob a direção do professor titular de Direito Penal, Prof. Dr. Eduardo Fabián Caparrós, de abril de 2007 a março de 2008, o CEB ampliou suas áreas de pesquisa e estudo, saindo do âmbito das Ciências Sociais e se acercando aoutros campos, como a Biologia e a Botânica.

Desde abril de 2008, o Prof. Dr. Gonzalo Gómez Dacal, professor titular de Filosofia e Educação (USAL), converteu-se no terceiro diretor do CEB. O professor Dacal reforçou as relações institucionais do CEB com diversas organizações brasileiras, como o CNPq, a CAPES, a Universidade de SãoPaulo (USP) y a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), além de elaborar os Estatutos que regem atualmente o CEB. Durante sua gestão, foi realizada a mudança da sede do CEB desde o Colégio Fonseca para o atual Palácio Maldonado, concedendo ao CEB maior visibilidade e ermitindo ampliar o volume de suas atividades. Desde janeiro de 2013, o diretos do CEB é o Catedrático e ex-reitor da USAL, Prof. Dr. Ignacio Berdugo Gómez de la Torre, que será o responsável por inaugurar o Máster Universitário em Estudos Brasileiros e culminar com o processo de internacionalização do CEB iniciado pelo seu antecessor.

Colaborações

O trabalho realizado pelo CEB não seria possível sem a desinteressada colaboração de vários professores e alunos. Expressamos aqui o nosso mais profundo agradecimento a Blanca Martínez Frutos, Carlos Guilherme Mota, Carmen Villoria Aparicio, Claudia Regina Gomes, Elisa Tavares Duarte, Elza Fátima Rodrigues, Erivaldo Fagundes Neves, Esther Gambi Giménez, George F. Cabral de Souza, Gracinéia dos Santos Araujo, Izaskun Álvarez Cuartero, Janaína Soares Alves, Joaquín Pérez Melero, José Antonio Sánchez Manzano, José Francisco Adserias Vistué, Julio Sánchez Gómez, Maria Dolores Saes Papa, Michelle Fernández Vieira, Óscar Rico Bodelón, Priscila da Paz Vieira, Renata Porteiro, Ricardo Nunes Viel, Rodrigo Martín Blanco, Socorro Ferraz, Tâmira Gressoni, Vicente Justo Hermida e Víctor David Zamorano Blanco.

 

Plaza de San Benito, 1 37002 Salamanca T +34 923 294 825 F +34 923 294 587