Apresentação


Objetivos e competências


Agenda


Acesso e matrícula


Plano de estudos


Aulas e horários


Saídas profissionais


Módulos


Normativa universitária aplicável aos estudantes


Professorado


Trabalhos de Fim de Máster


Contato


Mais informação

Módulosdecargar_pdf


O MEB constará dos seguintes módulos formativos:

História

De 21 de setembro a 23 de otubro de 2015.

Serão estudados os fatores e processos que deram origem à conformação do Brasil contemporâneo, com uma especial referência aos fenômenos sociais, econômicos, geográficos e culturais que permitam explicar as forças que determinaram o curso evolutivo desta nação e que fizeram que seja o que é atualmente.

 

Território

De 26 de outubro a 13 de novembro de 2015.

É evidente que a geografia é um determinante da forma pela qual os indivíduos e os povos evoluem. O diálogo entre o homem e a paisagem, a sociedade e o entorno natural, explicam uma boa parte dos usos, dos costumes, dos produtos culturais, da atividade econômica, das alianças e das confrontações. Se a geografia é, em qualquer caso, imprescindível para conhecer as pessoas e os povos, no Brasil esta afirmação se faz ainda mais certa.

Antropologia/Cultura

De 11 a 22 de janeiro de 2016.

É difícil compreender a realidade, ou talvez melhor, as múltiplas realidades que formaram a complexa trama social e cultural que é hoje o Brasil, sem a ajuda da Antropologia, especialmente em sua dimensão etnológica, daí que os estudos antropológicos tenham sido incorporados como um dos módulos do MEB.

Economia

De 23 de novembro a 04 de dezembro de 2015.

Qualquer que seja a perspectiva ou paradigma científico desde o qual se estude a economia, não é discutível que a interpretação da história dos povos e a biografia das pessoas estão fortemente determinadas por fatores de natureza econômica, daí que não se possa conhecer uma sociedade sem entender sua estrutura e dinâmica econômicas. O plano formativo do MEB concede, em consonância, uma grande importância ao estudo da economia do Brasil, interpretando-a num sistema onde os intercâmbios que mantém este país com a UE, Ásia, o Cone Sul E EUA, tanto de capital tangível como intangível, são essenciais e imprescindíveis para conhecer e compreender a complexa sociedade brasileira.

Política

De 08 a 19 de fevereiro de 2016.

A Ciência Política traz muitas chaves para interpretar a realidade institucional brasileira, já que permite conhecer, compreender e avaliar elementos que são essenciais, como o exercício da autoridade e o tipo de legitimidade no qual se encontra seu fundamento; a forma que adopta o Estado, os instrumentos e procedimentos mediante os quais gera o Direito, e preserva a legalidade ou o sistema pelo qual os cidadãos influem nas decisões do Estado.

Direito

De 01 a 11 de março de 2016.

A arquitetura que converte um grupo humano numa comunidade, e uma comunidade num Estado de Direito é, sem dúvida, o ordenamento jurídico. As leis, e seus desenvolvimentos regulamentários, garantem a segurança nas relações entre o Estado, as Administrações e os cidadãos. O conhecimento desde ordenamento e a disposição das competências necessárias para compreender, analisar e avaliar como se geram e aplicam leis e regulamentos constitui um ativo imprescindível para qualquer pessoa que aspire exercer funções de liderança social, econômica ou cultural.

Educação

De 04 a 15 de abril de 2016.

O sistema escolar de um país não é somente um indicador consistente da sua estrutura social, mas também, e especialmente, da capacidade que tem para gerar e distribuir conhecimento, que é o mesmo que dizer que determinar a mobilidade social, a formação de capital humano e a competitividade econômica e cultural numa sociedade crescentemente globalizada. O conhecimento, por conseguinte, da estrutura escolar e do funcionamento das instituições de ensino é, hoje em dia, imprescindível para interpretar a dinâmica das sociedades e, naturalmente, para intervir profissional e pessoalmente em seu meio.

Sociologia

De 09 a 20 de maio de 2016.

O módulo de Sociologia aborda os grandes temas de debate social no mundo contemporâneo, sempre desde uma dupla perspectiva que permita comparar a realidade social brasileira com a evolução cultural e social mundial. Cada uma das dimensões analisadas pretende oferecer ferramentas para pensar alternativas que resolvam os paradoxos que se enfrenta a política social na atualidade e que a levam, em muitas ocasiões, a becos sem saída, devido ao relativismo cultural e a hiperinflação administrativa.

Idiomas

Espanhol, português e inglês.

Serão ministradas ao longo do curso.

Prof. Dr. Juan Felipe García Santos (espanhol, USAL)

Profª. Me. Miley Guimarães (português, USP).

Prof. Dr. Antonio López (inglês, USAL).

 

Ficha


Início:
21/09/15
Direção/Coordenação::
Dr. Ignacio Berdugo Gómez de la Torre
Tipo de Ensino:
Presencial
Orientação:
Acadêmica e Investigação
Idioma:
Espanhol
Português
Duração:
Três semestres
Nº de Créditos ECTS:
90 créditos ECTS
Título:
Máster Universitario en Estudios Brasileños
Nº de vagas de nova admissão:
20
Custo em euros:
3.600 €
Bolsas, ajudas e de mobilidade:
Nacional
Internacional

 

Plaza de San Benito, 1 37002 Salamanca T +34 923 294 825 F +34 923 294 587